14 de jun de 2013

"Super cola" cirúrgica salva bebê com aneurisma cerebral

O bebê Ashlyn Julian , de quatro semanas , que teve um aneurisma cerebral curado com o uso de uma "supercola" cirúrgica, deverá receber alta em breve .

Segundo os médicos, ele se recupera da operação de maneira satisfatória.
"Ashlyn está muito bem", afirmou Jill Chadwick, do Hospital da Universidade do Kansas, que ressaltou: "Na verdade, ela sofreu dois derrames e, apesar da parede do vaso ter sido selada, seu corpo precisará de tempo para reabsorver o sangue que extravasou".
"A cola utilizada - de cianoacrilato - é feita com uma substância que pode ser comprada em qualquer loja, mas a utilizada no hospital é de uso cirúrgico e, por isso, é esterilizada", afirmou Jill.
"Essa foi a primeira vez em que a substância foi aplicada em um bebê quase recém-nascido."
Segundo Jill, a cola em questão é transparente e, para poder ser observada em raios X, os cirurgiões a "colorem" com óleo de sementes de papoula.
Primeiro, os cirurgiões inseriram um cateter em um vaso sanguíneo no lado direito do quadril de Ashlyn, que foi conduzido pelas vias circulatórias do bebê até o pescoço e, posteriormente, ao cérebro, um procedimento que conta com a ajuda de um scanner cerebral para mostrar os dois ângulos dos vasos.
Desta forma, o médico responsável pela cirurgia, Koji Ebersole, pôde colocar a "supercola" no vaso afetado. Após a aplicação, a substância secou em poucos segundos e criou uma camada interna que se mostrou capaz de selar o aneurisma.
"É provável que amanhã ou depois ela seja transferida para o Hospital e Clínica Mercy para Crianças, onde ficará em observação antes de poder voltar para casa", disse o porta-voz do hospital.

Assista ao vídeo. 


Por Jornal DF Brasil / Com informações da Info.